29 de agosto de 2015

Avenida Limoeiro - Capítulo 8: Serviços

No capítulo anterior, Penha mandou seus capangas levarem a turma para um galpão isolado em Paris e deixou um suspense no final do capítulo. O que será que ela irá fazer com a turma? Descubra no capítulo 8 da fanfic "Avenida Limoeiro", boa leitura.
Anteriormente em Avenida Limoeiro...
CRÁS! (Alguma coisa caindo no chão e quebrando) 
Guilherme (assustado): O que é isso?! 
Penha: Sou eu, querridos! Cheguei finalmente! 
Mônica: Ah, era só quem faltava mesmo. 
Magali: E começa a falar logo: o que você vai fazer com a gente? 
Penha: Querrem mesmo saber? HÁHÁ!! 
Cebola: Queremos! Fala logo!

Denise: Antes de mais nada: por que toda vez que nos encontramos estamos de algum modo presos por sua causa?
Penha: Porque eu sou má, terrível, cruel! Mas não importa o que eu fiz, importa o que eu vou fazer agorra!
Mônica: Então fala, criatura!
Penha: Primeirramente, começarrei a minha vingança separrando esse casalzinho metido a besta!
Mônica: Eu e o DC?! Não mesmo!!
Penha: Quer pagar parra ver? Bom, depois de separrar vocês dois, irrei...
Jorginho: Contar o seu segredo super secreto para deixá-los com peninha de você?
Penha (nervosa): Calado!! Er... não tenho segredo nenhum!
Mônica (desconfiada): Segredo?
Penha: J-já disse que não tenho segredo nenhum! Er... continuando: irrei colocar em vocês um relógio com GPS, que irá identificar exatamente onde vocês estarrão à qualquer momento!
Magali: Pra quê isso?
Denise: Isso é inveja, admita que dói menos u.u
Penha (nervosa): AH!! QUE INVEJA O QUÊ!! Eu vou apenas mandar vocês fazerrem alguns servicinhos pra mim, mas pra isso, terei que ter certeza de que vocês estarrão me obedecendo e indo parra o local correto!
Denise: Ai que legal! A-D-O-R-E-I!
Penha: Sem piadinhas! Vou soltar vocês já com esses relógios no pulso, para não fugirrem a lugar nenhum! Por via das dúvidas, um dos meus capangas irá ir com vocês hoje.
Mônica: Ai, eu mereço! E teremos que fazer algum "servicinho" hoje também?
Penha: Claro que sim! Primeirro, vocês vão entregar essa carta para a empresa Post Offices. Avisem ao atendente que o enderreço está em um papel dobrado dentro da embalagem, que está bem lacrada! Eles não aceitam nada sem estar fechado e lacrado. Ou seja, nem pensem em tentar abrir!
Mônica: Que empresa não embala o produto a ser enviado? E que confiança que você tem na gente, hein?
Penha: Eles somente colocam dentro de uma caixa! E confiança é algo que não tenho mesmo. Agorra, coloquem esses relógios e tomem essa carta devidamente lacrada. Voltem antes das 11 horas! Ah, desamarrem eles!
Giovana (desamarrando a Mônica): Pronto, dentuça. Agora desamarre os outros.
Mônica: Você vai ver quem é a dentuça daqui a pouco!
Penha: Eu mandei vocês desamarrarem e não ela!
Giovana: Vai dar moleza para essa fracote?
Penha: É, tem razão. Desamarre os outros, Mônica!
Mônica (tirando a fita da boca do Do Contra e desamarrando-o): Aff! Pronto, DC! Smac!
Do Contra: Smac! Essa Penha tem sérios problemas com a gente!
Penha: Tenho mesmo, agorra vão logo! E quando terminarrem de fazer o que eu mandar, voltem parra este galpão!
Mônica (desamarrando a Magali): Calma, apressadinha! Mandou eu desamarrar os meus amigos, estou desamarrando! Agora espere!
Giovana: Que menina abusada!
Mônica: Eu tenho nome!
Giovana: Além de ser dentuça tem um nome pavoroso: Mônica! HÁHÁHÁ!!
Mônica (nervosa): Você não quer receber uma visitinha ao médico, quer?
Magali (desamarrando o Cebola): Calma amiga! Vou te ajudar a desamarrar. Prontinho Cebola!
Cebola (desamarrando o Cascão): Obrigado! Agora vamos entregar logo essa carta!
Denise: E eu?! Vou virar a donzela em perigo?
Magali (desamarrando a Denise): Pronto, Denise! Agora vamos logo antes que a Penha surte!
Penha (surtada): VÃO LOGO!! NÃO ME FAÇAM PERDER A PACIÊNCIA!!
Denise: Já perdeu né, amore?
Magali: Quieta, Magali! Vamos logo!

Já andando nas ruas de Paris...
Mônica: Onde fica esse tal de Post Offices?
Magali: Vamos perguntar em alguém!
Cebola: Mas não falamos francês, e agora?
Lúcio: Eu falo francês! Mas não será necessário perguntar a ninguém onde fica o Post Offices, eu sei, me sigam.

E já no Post Offices...
Cascão: Que louco! Estamos em Paris, onde se fala Francês, mas a empresa que faz entregas tem o nome em inglês!
Magali: É mesmo, que curioso!
Denise: Entreguem logo isso, povo!
Lúcio: Todos os atendentes daqui falam 5 línguas: Francês, Inglês, Espanhol, Italiano e Português.
Mônica: Que bom, então já podemos entregar isso e ir embora logo.

E já depois de entregar a carta...
Mônica: Gozado, aqui a entrega é gratuita?
Lúcio: Não, é que a Penha já tinha deixado pago.
Magali: Estranho. Por que a Penha deixou pago se a gente que ia entregar a carta para a empresa?
Mônica: Aí tem!
Lúcio: Er... vamos voltar logo para o galpão!

Já no galpão...
Penha (indo buscar comida): Excelente! Agorra, vou servir parra vocês comida.
Magali: Falou a minha língua agora!
Denise: Está dando uma de Magali clássica? Ela pode ter envenenado a comida!
Magali: Não, eu sei me controlar. É que estou com muita fome.
Penha: Pronto, seus pratos com comida estão em cima da mesa. Mas antes de mais nada, querro dizer o que vocês vão ter que fazer amanhã.
Mônica: Serão "servicinhos" diários? Caramba!
Penha: Sim, "servicinhos diárrios". Mas amanhã serrá muito mais difícil o que vocês terrão que fazer parra mim!
Do Contra: Afe, só faltava essa.
Cascão: Conte logo o que é, estou curioso!
Penha: Vocês terrão que ir na casa de uma rival minha e roubar o celular dela! E terrão que fazer isso bem cedo, portanto, durmam cedo também!
Mônica (assustada): Roubar?! Pra quê? Nós nunca iremos fazer isso! É errado e imoral!

Continua no capítulo 9...

Roteiro e finalização: Eryan Raphael

Atualizações da Turma da Mônica Jovem #85 no site oficial

O site oficial da Turma da Mônica Jovem foi atualizado com as informações da Turma da Mônica Jovem #85, "A estranha história de Sarah", uma saga de 2 partes. Confira abaixo todas as informações divulgadas no site sobre a edição:

Informações
Capa: Mônica, Cebola e Sarah
4ª capa: Sarah
2ª capa: Sarah
3ª capa: Sarah

Capítulos da edição
Seu nome é - página 13
Esquisitos - página 33
Algo suspeito - página 58
Segredo revelado - página 75
A menina que sabia de tudo - página 103

Preview

Fala Mauricio
Clique aqui e leia.

Downloads

Na próxima edição
CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR
Sarah prevê que um terrível perigo ronda a turma! Com a ajuda de seus poderes, conseguirá ela impedir que Mônica e seus amigos encontrem este sinistro destino?
Ansiosos para ter a edição em mãos? Conte pra gente através dos comentários! ;)

27 de agosto de 2015

Aparências enganam - Capítulo 5: Testes

No capitulo anterior, Pérola e Magali conversaram dentro da casa abandonada, enquanto Luisa e Márcio tentaram arrombar a porta. Pérola prendeu Mingau dentro de uma jaula e forçou Magali à trocar de lugar com ela naquele instante. Depois de uma conversa da Magali fingindo ser a Pérola com a Luisa, ela aceitou a proposta de trocar de lugar com Pérola. E agora? O que vai acontecer com Pérola e Magali? Só lendo o 5º capítulo da fanfic "Aparências enganam" para descobrir! Boa leitura.

Anteriormente em Aparências Enganam...
Luisa: Pérola, querida? Se afaste, vou arrombar!
Magali (abrindo a porta): Calma Lu, não precisa!
Luisa: Você me chamou de Lu?

Magali: Lógico que não né, Luisa! Por que eu faria isso?
Luisa: Não sei... mas achei que você tivesse me chamado de Lu...
Magali: Você deve estar ficando surda, e mais...
Luisa (interrompendo): Não, não! Não quero ouvir suas reclamações, está ouvindo Pérola? Hoje é o nosso ultimo dia de férias, então, vamos relaxar! E afinal, o que você estava fazendo aí dentro escondida?
Magali (pensando): É difícil relaxar fingindo ser outra pessoa!
Luisa: Você está me ouvindo Pérola?
Magali: Claro que estou, Luisa. Eu só estava pensando aqui na minha cabecinha! Desculpa! E-e e-eu entrei aqui dentro só por curiosidade mesmo.
Luisa: Sei... Mas você bateu a cabeça? Eu nunca ouvi você pedindo desculpas!
Magali: Ué, pessoas mudam. Eu ver umas coisinhas por aqui, daqui a dois minutinhos eu vou embora.
Luisa: Ok, mas vê se não demora dessa vez!
Magali (entrando de novo na casa): Tá bom, Luisa...
Pérola (aparecendo do quarto): Como foi, Magali?
Magali: Eu acho que eu posso trocar de lugar com você. O engraçado é que ela nem percebeu a voz diferente!
Pérola: Assim que se fala guria! E sua voz é parecidíssima com a minha, não dá para notar mesmo. Bom, lá em São Paulo nós conversamos na pracinha. Ah, antes que me esqueça, ela desconfiou de você?
Magali: Eu acho que um pouquinho, mas a culpa é sua por nunca pedir desculpas!
Pérola: Você pediu desculpas?! E ainda por cima para um empregado?! Ai, eu não acredito!
Magali:Ué, não sabia que não podia, desculpa!
Pérola: Ai... Eu mereço mesmo! Ô minha santa do chuveiro elétrico!
Magali: Háháhá! Nossa!
Pérola: Qual é a graça ô felina humana?
Magali: Você é brava como a Mônica, fala como a Denise e se acha esperta como o Cebola!
Pérola: Mônica, Denise, Cebola e Magali... Ai meu Deus! Você por acaso fazia parte daquela turminha chata famosa do bairro do Limoeiro?
Magali: Fazia sim, algum problema?
Pérola: Afe, ninguém merece! Cresci aturando a chatice de vocês!
Magali: Nossa, éramos tão chatos assim?
Pérola: Eram sim, pelo menos ao meu ver. Enfim, até terça-feira! E não se esqueça... nada de desculpas!
Magali: Ai, ai... No que foi que me meti... EI! Você está com a minha roupa, troca comigo!
Pérola: Ah é, me esqueci! Anda logo!
...
Magali: Pronto, agora sim! Espero que a Luisa não me veja em lugar nenhum!
Pérola: Não vai não, já estou indo. Até!
Magali: Até! E é hora de você sair dessa jaula, meu fofinho!
MIAAUUU! (Mingau miando)
Magali (abrindo a jaula e pegando o Mingau no colo): Vem no colinho da mamãe, vem!

1 semana depois, no quarto da Pérola...
Pérola: Caramba! Além de gastar quase todo o meu dinheiro terça com "lanchinhos" ainda não me responde no Feicebúqui! Eu não mereço isso, não mereço!
Catarina: Não merece o que, criatura? Está falando com quem?
Pérola: Não te interessa*! E você não deveria estar na academia à essa hora?
Catarina: Me respeita, garota! E sim, deveria! Mas é que hoje não estou disposta para isso!
Pérola (sussurrando): Para me irritar, sempre está bem! E não use esse bordão da Beatriz* da novela que já está fora de moda!
Catarina: Eu já disse pra você que não gosto que você fale comigo nessa tom! E não estou usando bordão de ninguém, nem assisto novela!
Pérola: Quer que eu faça o quê? Grite!?
Catarina: Você gosta de me ver irritada, né?
Luisa: Pérola... Ah, oi Dona Catarina! Não esperava ver você aqui!
Catarina (descendo as escadas): Eu também não... Vou para a sala, e já que você gosta de conversar com essa malcriada, dá alguns conselhos para ela! Obrigada!
Luisa: Nossa que nervosa! Não adianta aconselhar, você não ouve ninguém. Mas enfim Pérola, se arruma que hoje você vai ter mais um teste, esqueceu?
Pérola: O engraçado é que ela fala que sou malcriada mas quem me criou foi ela! Mas respondendo sua pergunta com outra pergunta: que teste?
Luisa: Um teste de teatro da escola! Aquele que vai fazer até uma turnê por toda São Paulo!
Pérola: Ah é... Pode descer do meu quarto que eu preciso de privacidade para me arrumar!
Luisa (descendo as escadas): Ok! Mas não demore, hein? Márcio está te esperando no carro!
Pérola: Droga, eu tinha me esquecido desse teste! Ah, já sei! Cadê o meu celular? Ah, achei!
TÚ-TÚ-TÚ-TÍ (Pérola ligando para a Magali)
Pérola (pelo telefone): Alô? Magali, eu preciso de você aqui e agora!

Continua no capítulo 6...

*Nunca fale assim com sua mãe, Pérola é uma filha desnaturada e ingrata mesmo.

Roteiro: Kayk Souza
Finalização: Eryan Rapahel  

26 de agosto de 2015

Avenida Limoeiro - Capítulo 7: Em cativeiro

 
No capítulo anterior, a turma chegou finalmente em Paris. Mas teve um probleminha: deram de cara com a Penha! E agora? O que será que a vilã irá fazer? Descubra no capítulo 7 da fanfic "Avenida Limoeiro", boa leitura.
Anteriormente em Avenida Limoeiro...
Cascão: Vamos descer do avião logo, galera! 
Mônica (descendo do avião): Vamos! A Denise me deixou super estressada durante a viagem!  
Magali: Calma, amiga! Não fica estressada não! 
Denise: Até porque temos uma vista linda de Paris, olhem! 
Cebola: Caramba! É muito lindo! 
Do Contra: Nada que São Paulo não é. 
Mônica: Ei, esqueci de uma coisa! Smac! Estava com saudades <3 
Denise: Nossa que clichê. Bom vamos andando logo porque Paris tem pressa para nos receber em um hotel lindo, luxuoso e... 
Penha (interrompendo): Chegarram? Estava mesmo esperrando vocês! Caírram dirreitinho na minha armadilha!

Mônica: Ai, era só o que me faltava! Não tenho mais medo de você sua francesinha metida!
Penha: Pois deverria! Emiliano, Guilherme, Juliano, Giovana, Lúcio e Jorginho, levem eles para o galpão! Já!
Magali: É por isso então que o avião estava sem ninguém, só com a gente! Foi uma armadilha!
Mônica: Verdade!
Denise: Como conseguiu isso, Penha? Libera o segredo aí!
Emiliano: Chega de gracinha mocinha, vem cá!
Denise: AAAH! Me solta seu feioso!
Mônica: Nem se atrevam a tocar nos meus... Hein? Me larga!
Giovana: Quietinha, moça.
Cebola: Ela é mais forte que a Mônica? Caramba!
Lúcio: Você de cabelo espetado vem comigo!
Cebola: E lá vem esses apelidos de novo, calamb... Caramba!
Do Contra: Isso é tão sem originalidade, roubar hoje em dia é coisa do passado! A moda agora é...
Jorginho: Quieto!
Magali: AAAAH! Me solta seu projeto de gente!
Juliano: Sem gritaria, ou terei que partir para o plano B!
Penha: Sem plano B ainda!
Cascão: Tava bom demais pra ser verdade! Chegarmos sã e salvos à Paris, para sermos raptados e levados para um galpão que nem sabemos onde é!
Guilherme: Armadilha! Já ouviu falar disso, sujinho? Aliás, você não toma banho não?
Cascão: Eu tomo quase todos os dias e... e... Ah, não é da sua conta.
Penha: Levem eles logo, seus lerdos!
Giovana: Ai, patroa estressada é um horror.
Denise: Concordo plenamente!
Giovana: Não pedi sua opinião! Vamos logo, rapazes!

No galpão, com todos da turma amarrados...
Mônica: Ai, que desgraça! Soltem a gente! O que vocês ganham obedecendo ordens da Penha? Falem logo!
Guilherme: Já ouviu falar na frase: isso não é do seu bico?
Giovana: Essa daí é a mais estressadinha de todos que estão aqui amarrados!
Mônica: Vocês não viram nada ainda!
Jorginho: Por outro lado, esse aí de camisa preta tem língua mas não fala!
Do Contra: E por outro lado, vocês não param de falar besteira. Tanto jeito de encurralar alguém em cativeiro e vocês fazem assim: amarrando a gente! Não tem criatividade e originalidade nenhuma, não podem falar da gente!
Jorginho (colocando uma fita na boca do Do Contra): Melhor ficar sem falar mesmo, pronto. 
Denise: Eu vou ter que ficar nesse lugar cabuloso mesmo? E esse fedor? Meu nariz não é bueiro!
Emiliano: Já, já vocês vão sair daqui.
Cascão: Vão fazer o quê com a gente?
Emiliano: Quando a Penha chegar ela diz, e chega de perguntas!
Cebola: Caramba, estou com muita sede! Conseguem água?
Lúcio: Consigo. Vou trazer pra você, mas não é porque eu quero e nem por pena, é porque eu obedeço à ordens.
Mônica: A Penha, mandou vocês darem comida e água para a gente? Hum...
Lúcio: Er... Ninguém mandou nada! Eu obedeço as ordens da... da... da Giovana!
Giovana: Ordens minhas? Mas... ah é! Eu mando quando a Penha não está, portanto, pegue logo a água para esse menino!
Denise: Então manda eles devolverem a minha bolsa! Quero ela já!
Giovana: E quem é você para querer ou deixar de querer alguma coisa? Se manca!
Denise: Pega ou eu vou começar a gritar igual à uma condenada! Anda!
Giovana: Afe! Dá logo essa bolsa! Ela não vai poder pegar nada nela com as mãos atadas mesmo.
Denise (pensamento): Que burra, háhá! Onde já se viu os sequestradores deixarem o sequestrado com uma bolsa com celular e canivete? Ela tem força de mais e inteligência de menos! Os outros também estão com falta de inteligência! Nenhum deles avisou ela sobre a possibilidade de haver algum utensílio útil dentro da bolsa, háhá!
Jorginho: Silêncio demais...
Denise: Pronto.
Jorginho: Pronto o quê?
Denise: Agora já não está mais!
Jorginho: Mais o quê?
Denise: Ai, esquece!
CRÁS! (Alguma coisa caindo no chão e quebrando)
Guilherme (assustado): O que é isso?!
Penha: Sou eu, querridos! Cheguei finalmente!
Mônica: Ah, era só quem faltava mesmo.
Magali: E começa a falar logo: o que você vai fazer com a gente?
Penha: Querrem mesmo saber? HÁHÁ!!
Cebola: Queremos! Fala logo!

Continua no capítulo 8...

Roteiro e finalização: Eryan Raphael

Foi divulgada a 4º capa da TMJ #85 - A estranha história de Sarah

Foi divulgada ontem (25), nas redes socias da Turma da Mônica Jovem a 4º capa da TMJ #85, intitulada como "A estranha história de Sarah"! Nela podemos ver Sarah andando em um cemitério! Confira:
http://2.bp.blogspot.com/-PlNr3CHJxa0/Vd4z7wGXKXI/AAAAAAAAQ0M/E_pWWZ06DWc/s1600/4a_CAPA_TMJ_085.jpg
Bom, parece que teremos uma historia triste por sinal, leitores online opinarão que a Sarah pode ser gótica e essa capa pode ser apenas um hobby dela! A edição está prevista para chegar nas bancas na primeira semana de Setembro! O que achou dessa 4ª capa? Conte para a gente através comentários :)

StatCounter